Inspirações diárias: moda, cinema, literatura e o que mais der vontade!

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Crônica do Nascimento


Expectativa e encanto no ar, emoções vêm à tona, é hora permitida para chorar, porém um choro de alegria, de realização, de inauguração de um mundo novo. Uma mistura de bons sentimentos e sensações rodeiam nossos pensamentos porque o grande momento está chegando: o nascimento.
Esta pequena que muito amo ainda na barriga da mãe está prestes a conhecer o mundo. A viver. O tal milagre da vida, por repetidas vezes vivemos esta experiência, mas impossível é torná-la comum, corriqueira e despercebida. A cada bebê que nasce nos maravilhamos com esta inigualável experiência humana, tão clara e ainda tão misteriosa.
O ser humano começa seu viver de forma tão frágil, tão dependente. Na verdade, desde cedo deveríamos todos aprender o quanto precisamos dos outros seres. È impossível viver sozinho, as relações humanas são uma teia que começamos a tecer desde o primeiro respiro.
Então surge um misto de euforia e responsabilidade. Este pequeno ser que acaba de chegar, mas já há muito amado, precisará de tantos cuidados. Com certeza, ao seu redor estarão pais, avós, tios, parentes e amigos. Ao seu redor estarão carinho, zêlo, dedicação e amor.
Mas que deliciosa responsabilidade educar um ser humano. Prazerosa e difícil, momentos de cansaço, momentos de alegria, talvez o maior paradoxo da humanidade.
Encantar-nos-emos com aquele lindo sorriso de bebê, nosso perfume favorito será o seu cheiro, o carinho preferido será sentir o calor de seu pequeno corpo seguro em nossos braços. Desejaremos protegê-los de tudo, embora saibamos que não podemos abraçar o mundo – que pena, mas continuaremos tentando.
Uma criança, perpetuação de nossa espécie. É para elas que acordamos todos os dias e vamos trabalhar, que a cada dia novas tecnologias são inventadas, que o homem busca cura de doenças e melhoria de qualidade de vida.
Sem crianças, não existiria literalmente amanhã. Não haveria porque existir a sociedade como a conhecemos, não teríamos de pensar em futuro, porque a experiência humana seria um piscar de luz perdido na eternidade. Seria uma vida vazia e sem sentido.
Por isso o encantamento a cada ser que nasce. Porque eles são parte de nós, e nós parte de um todo.



Para Mel

domingo, 16 de agosto de 2009

Para animar a Festa

Ricardo Diniz, Fabíola Andrade , Sylvia de Galhardo e Marco Manela, vocal - Olaria, 2009

Para animar a festa... como diz a música, foi assim que surgiu a maior banda cover do Brasil e da qual eu e meu marido somos super fãs. Há 15 anos foi criada por Marco Manela e Edu Lissovsky uma banda cover anos 70 e 80 para tocar em festas, mas que logo passou a se apresentar em casas de show.
Sylvia de Galhardo, Marco Manela e Fabíola Andrade, vocal - Olaria, 2009

Se queremos curtir um sábado animado, cantando e dançando, entramos na net e procuramos onde a Banda Celebrare vai cantar. É noite garantida! E depois, é sagrada a visitinha ao camarim, onde sempre somos recebidos com tanta simpatia e carinho que temos vontade de voltar sempre.
Emerson Mardhine, baixo e vocal - Olaria, 2009

Só este ano já assistimos a três shows - nenhum igual ao outro!

Deborah Levy, teclado - Olaria, 2009

No repertório, clássicos internacionais e nacionais que não tem como não cantar! Abba, Roberta Kelly, James Brown, Madonna, Michael Jackson, Legião Urbana, Barão Vermelho e Lulu Santos são apenas alguns exemplos.

Sylvia de Galhardo, vocal - Canecão 2009



Esse é o Celebrare!








segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Alegria

Deixemos a alegria invadir nosso coração e nos dominar sem medo. Que ela renove nossas energias e nos prepare para o cotidiano, para os obstáculos, para nossas lutas diárias e que venha nos fazer companhia nos momentos de lazer.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Julgar


É fácil demais julgar as atitudes alheias, mas também perigoso.

Afinal, quem é perfeito e pode atirar a primeira pedra?

Mas enfim, ao longo da história, muitos atiraram.

A perfeição não é deste mundo.

Mas a crueldade sim.

Olhemos além do que se pode ver

A fim de transcender o que nos corrói.

Veremos que melhor e mais vantajoso

É fazer o bem.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Certo e incerto




"A única coisa permanente é a mudança."

Heráclito (500 a.C.)

sábado, 1 de agosto de 2009

Superação


Hoje venho falar de um tema movida pela comoção de histórias reais. O melhor elixir para os momentos amargos é encontrar histórias de força e superação. Diante de grandes tragédias, decepções, problemas pessoais ou de saúde, que poderiam destruir a vida de qualquer um, algumas pessoas souberam superar e ainda fazer da tristeza algo especial. Não são raros os casos de pessoas que, após grandes perdas, se dedicam a algo para fazer o bem aos outros, mesmo às vezes sendo o objetivo inicial apenas o de confortar suas próprias vidas, acabam por confortar e até evitar desgraças alheias maiores. Livros e blogs como "A Lição Final" , do qual já falei aqui, e "Para Francisco", ao qual ainda pretendo dedicar um post especial, são exemplos de histórias reais que serviram de conforto e lição para muitos. Outro grande exemplo de pessoas que lutam pelos seus sonhos e superam suas limitações podemos observar nas paraolimpíadas.

Todos enfrentam em algum momento da vida alguma dificuldade, e o diferencial não é o tamanho do seu problema, mas a forma como você lida com ele.