Inspirações diárias: moda, cinema, literatura e o que mais der vontade!

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Ser noiva

Em razão de neste mês estar completando um ano de casada, resolvi reviver algumas memórias e vou começar pelo o que é um sonho para muitas, uma realização para outras e para mim era um universo novo e desconhecido até mais ou menos dois anos atrás.
Dois mil e sete, foi quando decidimos nos casar. Sempre tive o sonho de casar, mas não o de ser noiva. Como assim? Exatamente! Até então, não havia me dado conta da magia que é ser "A noiva", " o centro", " a atração" ou outro título risível que prefiram chamar. Ser a noiva não é o motivo pelo qual queremos casar, mas vem de brinde com o pacote " encontrar o amor verdadeiro e querer construir uma família com ele". Sobre amor, falarei mais tarde. Por hora, fiquemos com as noivas eufóricas. Sim, sou uma delas!!!! Ou fui, ou melhor, nunca deixamos de ser.
Após a grande decisão, diversos detalhes têm de ser resolvidos. Então, meses antes do Grande Dia, vestimos um vestido branco com calda, véu e grinalda imaginários e invadimos um novo mundo. Buffets, casas de festas, decorações, bolos, revistas, muitas revistas, expo-noivas, detalhes e mais detalhes. E sem querer, você passa a gostar desse mundo de sonhos, passa a desejar todas as belas possibilidades e, vai precisar de muito auto-controle para não estourar o orçamento.

A escolha do vestido perfeito
Ou a compra do sofá da sala
O destino da Lua de mel

Tudo se funde num prazeroso planejamento da nova vida - a vida que você escolheu, que você levará para sempre e que será iniciada em um momento que será de vocês dois - embora meu marido insista que todos só olham para a noiva - e será um grande momento, mágico, inexplicavelmente belo e que... passa. Mas sua felicidade será tamanha que você não ligará, pois coisas melhores ainda vêm nos dias seguintes e um dia você notará que um ano se passou, se deliciará com seu álbum de fotos e DVDs, sentirá saudades, muitas saudades sim! Mas sabe que aquele momento é tão especial porque é realmente único. Então, deverá ser grata por ter vivido aquilo e... ainda estar vivendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário